O Crosslinguistic Child Phonology Project-Português Europeu (CLCP-PE) foi desenvolvido no âmbito do projeto internacional Crosslinguistic Child Phonology Project (CLCP), cujo objetivo central é o estudo comparativo do desenvolvimento fonológico em crianças com desenvolvimento típico e atípico em diversas línguas do mundo. O projeto encontra-se sedeado na University of British Columbia, Vancouver, Canadá, sendo coordenado por May Bernhardt e Joe Stemberger. A coordenação da equipa portuguesa está a cargo de Maria João Freitas, tendo sido efetuado um protocolo de colaboração entre a UBC e o CLUL. No âmbito deste projeto, têm sido desenvolvidos instrumentos de avaliação do desenvolvimento fonológico infantil numa perspetiva de análise fonológica não-linear (até ao momento, foram contempladas no projeto 16 línguas; http://phonodevelopment.sites.olt.ubc.ca/, como é o caso do CLCP-PE.

O CLCP-PE foi desenvolvido por Ramalho, Freitas e Almeida (2014) (registo IGAC nº 67/2914) e assume-se como um instrumento de avaliação fonológica não-linear em que foram controladas as variáveis fonológicas: i) inventário segmental (todas as classes naturais); ii) constituência silábica (Ataque simples, Ataque ramificado e Coda); iii) acento de palavra (contraste posição tónica /átona); iv) posição na palavra (inicial, medial, final); v) extensão de palavra (medida em número de sílabas). A sua validação foi realizada no âmbito da tese de doutoramento de uma das autoras (Ramalho, 2017), através da análise dos dados resultantes da aplicação do instrumento a 87 crianças com desenvolvimento típico, falantes monolingues de português europeu, naturais da Zona da Grande Lisboa, e a 3 crianças com alterações fonológicas.

O instrumento resultante do processo de validação (CLCP-PE 1.2), que demonstrou fiabilidade e validade (de conteúdo e de constructo),  inclui 150 estímulos lexicais, distribuídos por 42 imagens, instruções de aplicação e uma folha de registo. As 42 imagens e as instruções de aplicação podem ser usadas em suporte papel ou apresentadas em suporte digital (pc ou tablet) e a folha de registo pode ser usada como folha de cálculo ou como suporte tradicional manual de registo das transcrições fonéticas.

As variáveis fonológicas testadas mostraram-se, globalmente, relevantes e produtivas, tendo sido identificadas como estruturas mais problemáticas: i) as fricativas (estabilização do traço [anterior]); ii) a distribuição prosódica das líquidas; iii) a constituência silábica (Ataque ramificado e Coda); iv) o acento de palavra (posição átona nos grupos etários mais baixos); v) a posição na palavra (Coda medial); vi) a extensão de palavra (palavras polissilábicas).

 

Documentos:

Protocolo da Aplicação

Folha de Registo

Imagens (Parte 1)

Imagens (Parte 2)

 

Como citar o CLCP-PE:

Ramalho, A.M. , Freitas, M.J., Almeida, L., (2017). CLCP-PE: Crosslinguistic Child Phonology Project - Português Europeu. IGAC 67/2014

Ramalho, A.M. (2017). Avaliação Fonológica na Criança: tradução e adaptação de um instrumeno de avaliação fonológica interlinguístico. Tese de Doutoramento. Universidade de Évora.