Acerca do CLUL

O Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL) é uma unidade de Investigação & Desenvolvimento integrada na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
A actividade do CLUL segue duas orientações fundamentais: por um lado, a investigação teórica e experimental e, por outro, a disponibilização de materiais e ferramentas.
O CLUL é um espaço de diálogo entre áreas tradicionais e áreas mais recentes dos estudos da linguagem, acolhendo no seu domínio a filologia, a dialectologia, a linguística histórica, a linguística comparada, a linguística teórica, a linguística computacional, a linguística experimental, a linguística clínica, a psicolinguística e as tecnologias da fala. O CLUL está igualmente empenhado na interacção com outras áreas de investigação.

 

Objectivos Centrais da Unidade:

  1. desenvolver investigação teórica e experimental, com vista quer à descrição e análise linguística da gramática de adultos e de crianças, quer ao desenvolvimento de trabalho em processamento da linguagem natural. A investigação levada a cabo no CLUL procura incrementar o conhecimento sobre a gramática do português, nas suas diferentes variedades, e das línguas crioulas de base lexical portuguesa.
  2. levar a cabo actividades de investigação e desenvolvimento na área da modelização formal e computacional das línguas naturais e na produção de tecnologias no campo da engenharia da linguagem.
  3. promover abordagens multidisciplinares no estudo da linguagem humana, em co-relação com outras áreas do conhecimento (literatura, história, paleografia, antropologia, etnografia, sociologia, psicologia, matemática, ciências médicas e engenharia da linguagem).
  4. desenvolver novos recursos linguísticos e aplicações no âmbito do português L1 e L2, em diversas áreas de relevância científica e social (edições de texto, atlas linguísticos, corpora de larga-escala, corpora etiquetados e anotados, léxicos, ferramentas para avaliação do desenvolvimento linguístico com aplicações nos domínios da linguística clínica e da linguística educacional, testes para avaliação da leitura).
  5. realizar trabalho de campo e pesquisa arquivística em diferentes domínios por forma a reunir fontes primárias que sirvam de base à produção de recursos e aplicações como os referidos acima.
  6. promover o debate e a difusão nacional e internacional do conhecimento produzido.
  7. estimular a formação avançada dos jovens investigadores do CLUL, através do seu envolvimento nas actividades da unidade.
CLUL em números
  • projetos
    8
    número de projetos financiados em curso no CLUL
  • colaboradores
    62
    número de colaboradores do CLUL
  • membros integrados sem doutoramento
    70
    número de membros integrados sem doutoramento no CLUL
  • membros integrados com doutoramento
    74
    número de membros integrados com doutoramento no CLUL
  • grupos
    5
    número de grupos de investigação no CLUL
História

EXISTEM TRÊS MOMENTOS IMPORTANTES NA HISTÓRIA DO CLUL.

 

 

brasão
1932

O CLUL é uma instituição pública de I&D fundada em 1932 enquanto Centro de Estudos Filológicos (CEF), dependente do Instituto de Alta Cultura.

carimbo
1976

Constituiu-se como Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL), inicialmente dependente do Instituto Nacional de Investigação Científica  (INIC) e integrado na Universidade de Lisboa a partir de 2004.

flul
2008

O Centro de Linguística da Universidade de Lisboa torna-se uma unidade da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, integrada na área das ciências da linguagem, resultante da fusão com a Onset-CEL, Unidade de I&D criada em 2004.  

Órgãos de Gestão
Gramática & Recursos
Diretora
Filologia
Membro da Direção
Gramática & Recursos
Membro da Direção
Gramática & Recursos
Secretária
Responsáveis por grupos de investigação
Dialetologia e Diacronia
IR do grupo
Gramática & Recursos
IR do grupo
LabFon - Laboratório de Fonética e Fonologia
IR do grupo
Laboratório de Psicolinguística
IR do grupo
Filologia
IR do grupo
Comissão de Acompanhamento

Composição atual:

Meertens Instituut, Netherlands
Laboratoire de Sciences Cognitives et Psycholinguistique
University of Cambridge