Grau académico
Doutoramento
Situação profissional
Professor auxiliar
Áreas de Investigação
Linguística Histórica, Dialectologia, Crítica Textual
Instituição
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Centro de Linguística da Universidade de Lisboa
Início Fim Descrição
Presente

Professor Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

1991 1999

Assistente da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

1987 1991

Assistente Estagiária da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Projetos em que é Investigador Responsável
Projetos em que é Membro
Projetos externos
Título Instituição Link
Projeto Caipira II USP

Publicações selecionadas

Fernandes, A., & Cardeira, E. (2017). Notas sobre toponímia portuguesa medieval. Monografia 11 Da Revista Galega De Filoloxía, 11, 149-174. Retrieved from http://illa.udc.es/rgf/monografias.html
Cardeira, E., & Neto, T. (2016). Entre o manuscrito e o impresso: a Vita Christi como testemunho de mudança linguística. In Actes du XXVIIe Congrès international de linguistique et de philologie romanes (Chauveau, J. -P., M. Barbato & I. FernándezOrdóñez, pp. 53-65). ATILF. Retrieved from http://www.atilf.fr/cilpr2013/actes/section-8.html
Silvestre, J. P., Cardeira, E., & Villalva, A. (2016). Colour And Colour Naming: Crosslinguistic Approaches. Lisboa-Aveiro: CLUL- UAveiro.
Cardeira, E., & Neto, T. (2015). Portugais: textes anciens. In Manuel des Anthologies, Corpus et Textes Romans (M. Iliescu & E. Roegiest, pp. 37-57). Berlin: De Gruyter.
Silvestre, J. P., Villalva, A., & Cardeira, E. (2014). Landmarks of Economic Terminology: The First Portuguese Translation of Elémens du commerce. History Of European Ideas, 40. Retrieved from http://dx.doi.org/10.1080/01916599.2014.968334"
Fernandes, M. A., & Cardeira, E. (2013). Toponímia do povoamento rural: os continuadores do latim QUINTANA e seus derivados. In Língua Portuguesa: ultrapassando fronteiras, unindo culturas (Anais do IV Simpósio mundial de estudos de língua portuguesa) (V. C. C. Galvão et al, pp. 1913-1921). Goiânia: FUNAPE.
Colaço, M., & Cardeira, E. (2013). Menço ou minto? Regularização de paradigmas verbais. Diacrítica, Série Ciências Da Linguagem, 27. Retrieved from http://ceh.ilch.uminho.pt/publicacoes/Diacritica\_27-1.pdf"
Cardeira, E. (2013). Retorno à história da língua. In Ao sabor do texto. Estudos dedicados a Ivo Castro (and R. Álvarez and A. M. Martins and H. Monteagudo and M. A. Ramos, pp. 91-105). Santiago de Compostela: Universidade Santiago de Compostela.
Cardeira, E. (2012). Elementos para a periodização do português. In III SIMELP: A formação de novas gerações de falantes de português no mundo (R. Teixeira e Silva, Q. Yan, M. A. Espadinha, A. V. Leal). China, Macau: Universidade de Macau.
Cardeira, E. (2012). Para o estudo do Cancioneiro Geral: uma perspectiva linguística. In Nada na Linguagem Lhe é Estranho. Homenagem a Isabel Hub Faria (Lisboa, pp. 293-305). Afrontamento.
Cardeira, E., & Fernandes, M. A. (2008). O português medieval: koinização e elaboração. Veredas, 9, 155-176.
Mateus, M. H. M., & Cardeira, E. (2007). Norma e variação (Lisboa). Caminho.
Cardeira, E. (2006). O Essencial sobre a história do Português (Lisboa). Caminho.
Cardeira, E. (2005). Entre o Português Antigo e o Português Clássico. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.
Cardeira, E. (2003). Alguns dados sobre o sistema de sibilantes do português. In Razões e emoção. Miscelânea de estudos oferecida a Maria Helena Mateus (I. Castro and I. Duarte, Vol. I, pp. 129-145). Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.

Todas as publicações

Sobral, C., & Cardeira, E. (2018). O Livro dos Mártires de Bernardo de Brihuega: dois séculos de leitura em português. Estudos De Linguística Galega, 10. Retrieved from http://www.usc.es/revistas/index.php/elg/article/view/4613/5656
Fernandes, A., & Cardeira, E. (2017). Notas sobre toponímia portuguesa medieval. Monografia 11 Da Revista Galega De Filoloxía, 11, 149-174. Retrieved from http://illa.udc.es/rgf/monografias.html
Cardeira, E. (2017). Identidade e norma na história do português. In Identidad, movilidad y perspectivas de los estúdios de lengua, literatura y cultura (Dickov V., pp. 53-69). Belgrado: Universidad de Belgrado/Universidad Gabrielle D’Annunzio-Pescara.
Cardeira, E., & Neto, T. (2016). Entre o manuscrito e o impresso: a Vita Christi como testemunho de mudança linguística. In Actes du XXVIIe Congrès international de linguistique et de philologie romanes (Chauveau, J. -P., M. Barbato & I. FernándezOrdóñez, pp. 53-65). ATILF. Retrieved from http://www.atilf.fr/cilpr2013/actes/section-8.html
Silvestre, J. P., Cardeira, E., & Villalva, A. (2016). Colour And Colour Naming: Crosslinguistic Approaches. Lisboa-Aveiro: CLUL- UAveiro.
Cardeira, E. (2016). Preto e negro, pardo, mestiço e mulato. In Colour And Colour Naming: Crosslinguistic Approaches (J. P. Silvestre, E. Cardeira & A. Villalva, Lisboa: CLUL- UAveiro, pp. 71-87). Lisboa: CLUL- UAveiro.
Cardeira, E., Silvestre, J. P., & Villalva, A. (2016). A especulação das cores. In Giochi di specchi: modelli, tradizioni, contaminazioni e dinamiche intercultural nei e tra paesi di língua portoghese (M. Lupetti & V. Tocco). Pisa: Edizioni ETS.
Villalva, A., Cardeira, E., & Ciolăneanu, R. (2015). Clues on the naming of emotions. In . Retrieved from www. elexicography
Cardeira, E. (2015). Vida de Santa Maria Egipcíaca-V. . Retrieved from http://alfclul.clul.ul.pt/teitok/cta/index.php?action=edit&id=M1143T1087.xml
Cardeira, E., & Neto, T. (2015). Portugais: textes anciens. In Manuel des Anthologies, Corpus et Textes Romans (M. Iliescu & E. Roegiest, pp. 37-57). Berlin: De Gruyter.
Cardeira, E. (2014). Romeno e Português no quadro das línguas românicas/Romana si portugheza in cadrul limbilor romanice. In Continuidade na Descontinuidade, Actas da II Jornada da Língua Romena na FLUL (Roxana Ciolaneanu, pp. 47-56). Bucareste: Instituto Cultural Romeno.
Silvestre, J. P., Villalva, A., & Cardeira, E. (2014). Landmarks of Economic Terminology: The First Portuguese Translation of Elémens du commerce. History Of European Ideas, 40. Retrieved from http://dx.doi.org/10.1080/01916599.2014.968334"
Fernandes, M. A., & Cardeira, E. (2013). Toponímia do povoamento rural: os continuadores do latim QUINTANA e seus derivados. In Língua Portuguesa: ultrapassando fronteiras, unindo culturas (Anais do IV Simpósio mundial de estudos de língua portuguesa) (V. C. C. Galvão et al, pp. 1913-1921). Goiânia: FUNAPE.
Cardeira, E. (2013). Do Português Médio ao Clássico: o Cancioneiro Geral de Garcia de Resende. In Actas del XXVI Congreso Internacional de Linguística y de Filologia Románicas (Valencia 2010) (E. C. Herrero & C. C. Rigual, Vol. I, pp. 543-554).
Colaço, M., & Cardeira, E. (2013). Menço ou minto? Regularização de paradigmas verbais. Diacrítica, Série Ciências Da Linguagem, 27. Retrieved from http://ceh.ilch.uminho.pt/publicacoes/Diacritica\_27-1.pdf"
Cardeira, E. (2013). Retorno à história da língua. In Ao sabor do texto. Estudos dedicados a Ivo Castro (and R. Álvarez and A. M. Martins and H. Monteagudo and M. A. Ramos, pp. 91-105). Santiago de Compostela: Universidade Santiago de Compostela.
Cardeira, E. (2012). Elementos para a periodização do português. In III SIMELP: A formação de novas gerações de falantes de português no mundo (R. Teixeira e Silva, Q. Yan, M. A. Espadinha, A. V. Leal). China, Macau: Universidade de Macau.
Cardeira, E. (2012). O Cancioneiro Geral na perspectiva do linguista. In Cancioneiro Geral de Garcia de Resende: Um Livro à Luz da História (C. A. Ribeiro and S. R. de Sousa, pp. 45-50). .
Cardeira, E. (2012). Para o estudo do Cancioneiro Geral: uma perspectiva linguística. In Nada na Linguagem Lhe é Estranho. Homenagem a Isabel Hub Faria (Lisboa, pp. 293-305). Afrontamento.
Cardeira, E. (2011). Língua, comunidade linguística. In Nova gramática didática de português (pp. 10-32). Lisboa: Santillana-Constância.
Cardeira, E. (2010). O português no Oriente e o Oriente no português. In Actas do Colóquio O Oriente na Língua e na Literatura Portuguesa / L’Oriente nella Lingua e nella Letteratura Portoghese. Pisa: Universidade de Pisa.
Cardeira, E. (2010). Português Médio: uma fase de transição ou uma transição de fase?. Diacrítica, Ciências Da Linguagem, 23.
Serôdio, C., Pereira, D., Cardeira, E., & Falé, I. (2010). Nova Gramática Didática de Português - 3. º Ciclo E Secundário. Lisboa: Santillana. Isbn:, 978-972-761-888-0.
Cardeira, E. (2009). A pronúncia do português. In Actas do Simpósio A pronúncia do português europeu cantado. Lisboa: CESEM-FCSH.
Cardeira, E. (2009). Revisitando a periodização do português: o português médio. Domínios De Lingu@gem, Ano 3, 2.
Cardeira, E., & Fernandes, M. A. (2008). O português medieval: koinização e elaboração. Veredas, 9, 155-176.
Cardeira, E. (2008). Geolinguística. História da Língua. In Enciclopédia do estudante. Vol.13, Língua Portuguesa I (Vol. 13, pp. 52-85). Lisboa: Santillana Constância.
Mateus, M. H. M., & Cardeira, E. (2007). Norma e variação (Lisboa). Caminho.
Cardeira, E. (2006). O Essencial sobre a história do Português (Lisboa). Caminho.
Cardeira, E. (2005). Entre o Português Antigo e o Português Clássico. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.
Cardeira, E. (2003). Alguns dados sobre o sistema de sibilantes do português. In Razões e emoção. Miscelânea de estudos oferecida a Maria Helena Mateus (I. Castro and I. Duarte, Vol. I, pp. 129-145). Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.
Cardeira, E. (2001). Sobre Barca do Inferno (1517 e 1562). In Gil Vicente- Todas as Obras. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses / Centro de Estudos de Teatro.
Cardeira, E. (2000). A linguagem de Gil Vicente. In Barcas de Gil Vicente. Porto: Ministério da Cultura / Teatro Nacional S.
Cardeira, E., & Fernandes, M. A. (1998). As terminações nasais nas Actas das Vereações de Loulé (séculos XIV-XV). In Actas do XIV Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística (A. C. M. Lopes & C. Martins, Vol. I, pp. 251-263). Braga: Associação Portuguesa de Linguística.
Cardeira, E., & Fernandes, M. A. (1997). Aspectos do português algarvio na transição do século XIV para o XV. In Actas do XII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística (I. Castro, Vol. II, pp. 55-68). Lisboa: Associação Portuguesa de Linguística.
Cardeira, E., & Villalva, A. (1993). Inferno. In Vicente (O. Mateus). Lisboa: .
Cardeira, E. (1993). Jubileu. In Quimera (O. Mateus). Lisboa: .

Orientador

Concluído
Ano Título Estudante Grau
2019 O sistema de formas de tratamento em português europeu: contributos para a compreensão da sua reestruturação no século XX Ana Sofia Ferreira Allen Mestrado
2019 Termos de cores (vermelho & verde) Abdelkarim Diane Mestrado
2017 O espólio de Leite de Vasconcelos. O pacote D18
Filipa Alexandra Vieira Beça
Mestrado
2013 Menço ou minto? Regularização de paradigmas verbais
Maria João Colaço
Mestrado
2013 A variação ou ~ oi em Portugal Continental
Ana Paula Veloso Prata Dias
Mestrado
Data Título da conferência Tipo Autores Instituição Docs
2019
-
A singular 18 century Portuguese dictionary

10th International Conference on Historical Lexicography and Lexicology

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Alina Villalva
Fryske Akademy
Leeuwarden
2018
-
Metaphorical trends in the Portuguese lexicon: what dictionaries do not say

In ICHLL – 9th International Conference for Historical Lexicology and Lexicography

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Alina Villalva
University of Genova
Santa Margherita Ligure
2017
-
Português, português no Brasil e português do Brasil

VIII Seminário do Projeto de História do Português Paulista

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Universidade de São Paulo
São Paulo
2017
-
O Livro dos Mártires de Bernardo de Brihuega: dois séculos de leitura em português

IV Congresso Internacional de Linguística Histórica - Homenagem a Ivo Castro

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Cristina Sobral
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Lisboa
2016
-
Portuguese demonyms: sources and usage

Colloquium of the Henry Sweet Society for the History of Linguistic Ideas: Onomastics and its History

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Alina Villalva
Henry Sweet Society
Cambridge
2016
-
Le lexique du mariage: une perspective comparée

VIII Internationale Arbeitstagung Romanisch-deutscher und innerromanischer Sprachvergleich

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Roxana Ciolăneanu
Universität Innsbruck
Innsbruck
2015
-
Uma língua ‘bem apartada’

V SIMELP

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Salento University
Lecce
2015
-
Breve ensaio de toponímia portuguesa medieval

Gallaecia – III Congresso Internacional de Linguística Histórica

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Alice Fernandes
Universidade de Santiago de Compostela
Santiago de Compostela
2014
-
A especulação das cores

II Coloquio AISPEP Giochi di specchi: modelli, tradizioni, contaminazioni e dinamiche intercultural nei/tra paesi di língua portoghese

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
João Paulo Silvestre
Alina Villalva
University of Pisa
Pisa
2013
-
Words to business: language contact and lexical innovation

Translations of Economic Texts into and from European Languages. International Conference.

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
João Paulo Silvestre
Alina Villalva
University of Pisa
Pisa
2013
-
Entre o manuscrito e o impresso: a Vita Christi como testemunho de mudança linguística

Congresso Internacional de Linguística e Filologia Românicas

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Sílvio Toledo Neto
Société de Linguistique Romane
Nancy
2013
-
Do português antigo ao português clássico

Iº. Colóquio de Linguística Histórica

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Instituto da Língua Galega
Santiago de Compostela
2012
-
A pronúncia do português cantado no início de oitocentos: alguns estudos de caso

Congresso Internacional “A língua portuguesa em música”

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Alberto Pacheco
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
Lisboa
2008
-
Português Médio: uma fase de transição ou uma transição de fase?

Oxford Forum of Iberian Studies on variation and change in Ibero-romance

Comunicação Oral
Esperança Cardeira
Oxford
2016 "The European Roots Dictionary PrototypeCross-Linguistic Perspectives on the European Lexicon."

META-FORUM 2016. Beyond Multilingual Europe

Poster
Esperança Cardeira
Alina Villalva
Wiebke Blanck
S. Tsolakidis
Lisboa, Portugal