COPAS

COPAS - Contraste e Paralelismo na Fala

Concluído
Data
-
IR do Projeto
Ana Isabel Mata

Resumo

O projecto tem como principal objectivo determinar como a entoação e os recursos sintácticos são usados pelos falantes (i) para transmitir contraste associado a tópico, conhecimento partilhado e informação nova em diferentes níveis hierárquicos (constituintes, frases, pares pergunta/resposta, tomadas de vez adjacentes) e (ii) para construir paralelismo em contextos expositivo-argumentativos. Aborda um problema fundamental da investigação linguística, a arquitectura da gramática, na medida em que trabalha as interfaces entre diferentes módulos (sintaxe, semântica, prosódia) e entre a gramática e outros módulos envolvidos no uso da língua, como a estrutura informacional.

Assim, o COPAS incidirá sobre conceitos da estrutura informacional e da semântica relevantes para o estudo das referidas interfaces: Contraste, Dado, Novo, “Aboutness”, conceitos fundamentais para a definição de tópico e foco, marcado e não-marcado. Para avaliar relações de interface entre estrutura informacional, sintaxe e entoação, o COPAS incidirá sobre estruturas sintácticas que envolvem a activação, com motivação discursiva, das periferias (através de “Move” e “Merge”) e estruturas entoacionais a elas associadas (tipos de acentos tonais/padrões melódicos). Serão considerados diferentes tipos de (i) deslocações à esquerda e à direita (incluindo topicalizações e antitópicos), (ii) estruturas clivadas (incluindo clivadas reduzidas em respostas fragmentárias), (iii) estruturas sintácticas e prosódicas com paralelismo.

Embora a interacção entre padrões entoacionais e sintácticos e o papel que a variação entoacional desempenha na formatação da informação sejam objecto de interesse crescente, havendo propostas de correlações sistemáticas entre entoação e estrutura informacional [Pierrehumbert & Hirschberg, 1990] - nomeadamente, entre tipos de acento/contorno entoacional e tópicos/focos em diferentes línguas [Pierrehumbert, 1980; Steedman, 2000; Büring, 2003] -, poucos estudos empíricos exploraram essas relações usando fala espontânea. Tais relações estão insuficientemente exploradas no português, dado que a investigação prosódica baseada em fala fora do ambiente de laboratório é bastante recente [Mata, 1999] e a maioria dos trabalhos publicados se ocupa do fraseamento. São também recentes em português as experiências de anotação prosódica de corpora de fala espontânea com o sistema ToBI e, embora a primeira proposta de adaptação Towards a P_ToBI [Viana et al., 2007] seja útil para a anotação manual, não existe um software de anotação automática como o AuToBI [Rosenberg, 2010]. Um dos principais objectivos deste projecto é contribuir para preencher estas lacunas.

O estudo deste tipo de interacções tem grande relevância teórica, pois contribui para um melhor conhecimento da natureza do módulo da linguagem, o que poderá permitir responder a questões em aberto sobre as estratégias disponíveis na comunicação humana para transmitir contraste e construir paralelismo. Espera-se que os resultados do COPAS contribuam para a construção de modelos que integrem de forma mais natural a entoação no processamento de fala. Espera-se também que contribuam para o campo da Linguística Educacional, uma vez que a consciência da interacção de recursos linguísticos multiníveis no discurso falado é uma base indissociável do desenvolvimento de competências e estratégias sofisticadas de uso da língua.

Relativamente à gramática adulta, os principais objectivos do COPAS são: (i) determinar se Contraste é entoacionalmente codificado de maneira similar em estruturas sintácticas diferentes, (ii) determinar se processos sintácticos diferentes, que podem gerar deslocações à esquerda e à direita e estruturas clivadas, têm correlatos entoacionais, (iii) determinar que estratégias de paralelismo sintáctico e entoacional usam os falantes para construir sequências coesas em monólogos e diálogos.

O projecto tem dois marcos fundamentais - a primeira descrição das interacções entoação-sintaxe-discurso resultante das análises de corpora de fala espontânea (M3) e a análise integrada final, que capitalizará os resultados das experiências de percepção e de compreensão (M5) -, além de um marco inicial e dois intermédios. As metodologias de investigação incluem: (i) a anotação de um corpus de trabalho representativo de diferentes contextos de comunicação (incluindo diálogos e monólogos de adultos, adolescentes e crianças), (ii) experiências de anotação prosódica ToBI automática a partir de um subconjunto dos materiais anotados, (iii) análise (qualitativa e quantitativa) multinível das interacções entoação-sintaxe-discurso, (iv) experiências de percepção e de compreensão destinadas a avaliar os efeitos das correlações encontradas.

COPAS é um projecto inovador sobre o português e em Portugal, na medida em que reúne uma equipa de investigação multidisciplinar com recursos, conhecimentos e competências para uma abordagem integrada das interacções entoação-sintaxe-discurso.



Workshop final
 

Prosody-syntax-semantics interfaces in Portuguese: exploring spontaneous speech corpora. 2-3 Julho 2015, Anfiteatro II, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Programa: http://www.clul.ul.pt/files/Program_2-3July_workshop.pdf

 

 

Documento