Dialetologia e Diacronia

O objeto central de estudo do grupo Dialetologia e Diacronia (D&D) é a variação linguística, ao longo dos séculos e abrangendo diversas áreas geográficas. Os estudos descritivos e teóricos do grupo, que são regularmente publicados em revistas e volumes de prestígio, são acompanhados pela construção de diversos recursos digitais a partir de documentos históricos ou de dados orais contemporâneos em variedades não-padrão da língua portuguesas ou de línguas relacionadas com o português. Uma parte substancial destes dados orais foi recolhida em Portugal, quer nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, quer no continente, sendo algumas das variedades em estudo faladas em diferentes pontos da fronteira com Espanha. Adicionalmente, o D&D estuda variedades do português ou relacionadas com o português que são, em grau variável, produto do contacto com outras línguas, tal como acontece com o cabo-verdiano e o português brasileiro. Todos estes trabalhos assumem uma perspetiva comparativa com outras línguas naturais, de diversas épocas e regiões.

As variedades-padrão, no entanto, não ficam para trás, uma vez que parte das atividades e resultados do grupo diz respeito (i) à intrincada articulação entre elas e as variedades não-padrão, e (ii) o desenvolvimento de novas ferramentas para o ensino formal do português.

Esta inclusão de variedades padrão e não-padrão assegura uma ponte entre a investigação teórica e a comunidade em geral (incluindo colaborações muito produtivas com outras entidades de ensino do português, tanto em Portugal como no estrangeiro), também garantida pela presença regular de vários membros do grupo em seminários e conferências online de acesso livre, e ainda reforçada por iniciativas de comunicação científica, como publicações para o público em geral e eventos culturais orientados para a linguagem.

Livro
(2018). Moléstias, embustes e pontinhos amantes. Escrita quotidiana em Portugal entre os séculos XVI e XIX. (R. Marquilhas, Magro, C., Pratas, F., & Saraiva, N., Eds.). Lisboa: Arranha-Céus. Retrieved from http://www.abysmo.pt/livros/131-molestias-embustes-e-pontinhos-amantes
(2018). Word Order Change. (A. M. Martins & Cardoso, A., Eds.). Oxford/New York: Oxford University Press.
Nunes, N., Rebelo, H., Saramago, J., & Vitorino, G. (2018). Atlas Linguístico-Etnográfico da Madeira e Porto Santo: A Criação de Gado. Funchal: SRTC | DRC, Serviço de Publicações.
Rebelo, H., & Nunes, N. (2018). Atlas Linguístico-Etnográfico da Madeira e Porto Santo. Funchal: SRTC | DRC.
Ambar, M., & Mota, M. A. (1976). Curso Intensivo de Língua Portuguesa. Lisboa: CLCP, Universidade de Lisboa.
Brissos, F. (2012). Linguagem do Sueste da Beira no Tempo e no Espaço. Lisboa: Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.
(2010). Desenvolver Competências em Língua: percursos didácticos. (O. Sousa & Cardoso, A., Eds.). Lisboa: Colibri / Centro Inderdisciplinar de Estudos Educacionais.
(2008). Desenvolver Competências em Língua Portuguesa. (O. Sousa & Cardoso, A., Eds.). Lisboa: Centro Inderdisciplinar de Estudos Educacionais / Escola Superior de Educação de Lisboa.
(2013). Current Approaches to Limits and Areas in Dialectology. (E. Carrilho, Magro, C., & Álvarez, X., Eds.). Newcastle upon Tyne: Cambridge Scholars Publishing.
(2012). Proceedings of the International Symposium on Limits and Areas in Dialectology. (X. Álvarez, Carrilho, E., & Magro, C., Eds.). Lisboa: Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.
Martins, A. M. (2001). Documentos Portugueses do Noroeste e da Região de Lisboa: Da Produção Primitiva ao Século XVI. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda.
(1988). Novos Inquéritos: Romanceiro Tradicional do Distrito de Beja. (A. M. Martins & Ferré, P., Eds.). Madrid & Santiago do Cacém: Universidad Complutense de Madrid & Real Sociedade Arqueológica Lusitana.
Carrilho, E., & Magro, C. (2011). CORDIAL-SIN Syntactic annotation system manual (updated edition. . (Original work published apr)
Carrilho, E., Fiéis, A., Lobo, M., & Pereira, S. (2016). Romance languages and linguistic theory 10. Selected papers from Going Romance 28. Lisbon, Amsterdam: John Benjamins.
Martins, A. M., & Carrilho, E. (2016). Manual de Linguística Portuguesa. Berlin/Boston: De Gruyter.
Pinto, C. (2016). Coordination and Subordination. Form and Meaning – Selected Papers from CSI Lisbon 2014. (F. Pratas & Pereira, S., Eds.). Cambridge Scholars Publishing.
Cardoso, A. (2017). Portuguese Relative Clauses in Synchrony and Diachrony. Oxford: Oxford University Pres.
(2013). Gramática do Português. (E. B. P. Raposo, Bacelar do Nascimento, M. F., Mota, M. A., Segura, L., & Mendes, A., Eds.) (Vol. I e II). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Branco, A., Mendes, A., Pereira, S., Henriques, P., Pellegrini, T., Meinedo, H., et al. (2012). The Portuguese Language in the Digital Age - A Língua Portuguesa na Era Digital, White Paper Series. (G. Rehm & Uszkoreit, R. & H., Eds.). Berlin: Springer-Verlag.
Carrilho, E., & Pereira, S. (2010). Review on the VI Congress of Dialectology and Geolinguistics. Dialectologia - Revista Electrònica. Retrieved from http://www.publicacions.ub.es/revistes/dialectologia4/reviews.asp
Carrilho, E. (2002). CORDIAL-SIN. .
Segura, L. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (p. 14). Author of the following linguistic maps (lexicon), Animal-farming: cattle. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Segura, L. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 206-272). Author of the following linguistic maps (lexicon), Flax and wool crafts. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Segura, L. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 278-342). Author of the following linguistic maps (lexicon), Corn production. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Segura, L. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 536-579). Author of the following linguistic maps (lexicon), Kitchen-gardening. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (p. 22). Author of the following linguistic maps (lexicon), Animal-farming: cattle, sheep and goat, Milk and dairy products.
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 146-205). Author of the following linguistic maps (lexicon), Vineyards and wine making. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 385-422). Author of the following linguistic maps (lexicon), Bread making. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 429-529). Author of the following linguistic maps (lexicon), The trees and their uses, Fruit-trees. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 687-748). Author of the following linguistic maps (lexicon), Farming and farming tools. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/