Philology

Claiming the philologic inheritance of Luís Filipe Lindley Cintra, this Group aims at locating, interpreting and critically editing literary and non-literary, unpublished or unsatisfactorily published texts that are relevant to the history and the description of Portuguese language. 

The group acts in the fields of genetic criticism, history of the book and bibliography. It currently focuses on the development of electronic resources that enhance the reading and the study of literary and metalinguistic texts, giving special attention to Middle Ages and the Baroque period. At the same time the genetic and critical edition of modern authors such as Almeida Garrett, Camilo Castelo Branco and Fernando Pessoa is proceeding.   

The Group intends to build a reference frame for the study and philological practice in Portugal, making evident the contribution of Philology for the research in the History of Language, as well as for the preservation of literary and cultural memory. 

Furthermore the research materializes in partnerships with the Programme in Textual Criticism and the Department of General and Romance Linguistics, teaching units at FLUL.
 

Capítulo de Livro
Correia, Â. (1993). Palavra perduda. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (1993). Pero d' Ornelas. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (1993). Pero Martinz. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (1993). Refram. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (1993). Vasco Rodriguez de Calvelo. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (1993). Vida de S. Aleixo. In Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho.
Correia, Â. (2018). Nota editorial. In O Morgado de Fafe. Lisboa: Imprensa Nacional.
Pimenta, C. (2019). Portugal, França e Brasil: uma, duas ou três críticas genéticas. In Estudos Linguísticos e Filológicos Oferecidos a Ivo Castro (Carrilho, E., A. M. Martins, S. Pereira & J. P. Silvestre, pp. 1121-1145). Lisboa: Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.
Sobral, C. (2018). A Caveira da Mártir: um romance que Camilo não escreveu em duas semanas. In João Penha (1839-1919) e o seu tempo, coord. Francisco Topa e Elsa Pereira (pp. 159-174). Porto: CITEM.
Sobral, C. (2010). A rubro e sépia: notas sobre o scriptorium de Aveiro. In Cores (I.Barros Dias e C.Clamote Carreto, pp. 275-284). Lisboa: Universidade Aberta.
Castro, I., Vasconcelos, M., Duarte, L. F., Dionísio, J., Mendes, J., Prista, L., & da Silveira, J. N. (1995). Poemas para Cleonice. In Cleonice. Clara em sua Geração (Miscelânea Cleonice Berardinelli). Rio de Janeiro: UFRJ.
Castro, I. (1997). O Livro de José de Arimateia. In História e Antologia da Literatura Portuguesa. Séculos XIII-XIV,. Fundação Gulbenkian.
Castro, I. (1997). Verbetes “Filologia” e “Manuel Rodrigues Lapa”. In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa (Vol. II). Lisboa: Verbo.
Castro, I. (1998). O fragmento galego do Livro de Tristan. In Homenaxe a Ramón Lorenzo (Vol. I). Vigo: Galaxia.
Castro, I. (1999). Relação entre a investigação e o ensino universitário. In A Faculdade de Letras em debate. Lisboa: Colibri.
Castro, I. (1999). Verbetes “Ramón Menéndez Pidal”, “Enrico Molteni”, “Oskar Nobiling” e “José Joaquim Nunes”. In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa (Vol. III). Lisboa: Verbo.
Castro, I. (2000). Rodrigues Lapa e as origens do romance de cavalaria em Portugal. In Filologia, Literatura e Linguística. Homenagem a Rodrigues Lapa. Porto: Fund. Eng. António de Almeida.
Castro, I. (2001). Diversidade Linguística. In Mais Línguas, Mais Europa. Lisboa: Colibri.
Castro, I. (2001). Metodologia do Aparato Genético. In M. Simões & Pinto-Correia, J. D. (Eds.), Memória dos Afectos. Lisboa: Colibri.
Castro, I. (2001). La Materia di Bretagna in Portogallo. In L. S. Picchio (Ed.), Il Portogallo. Dalle Origini al Seicento. Firenze: Passigli.
Castro, I. (2002). Sobre a edição do Livro de José de Arimateia. In C. Neves (Ed.), Matéria de Bretanha em Portugal. Lisboa: Colibri.
Castro, I. (2002). A língua de Cleonice. In Cleonice Berardinelli. Lisboa: Instituto Camões.
Castro, I. (2002). Sur le bilinguisme littéraire castillan-portugais. In La littérature d’auteurs portugais en langue castillane. .
Castro, I., & Rodrigues-Moura, E. (2002). Auto-retrato de Leite de Vasconcelos. In Razões e Emoção (Vol. I). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.
Castro, I. (2003). Abelaira, Pessoa e os Gramáticos. In Criação e Crítica. Homenagem de 8 poetas e 8 ensaístas a Giulia Lanciani. Lisboa: Caminho.
Castro, I. (2004). Autógrafos e génese textual na literatura galega. In (Dis)cursos da escrita. Estudos de filoloxia galega ofrecidos en memoria de Fernando R. Tato Plaza. Coruña: Fund. Barrié.
Castro, I. (2004). A atribuição do nome próprio no espaço luso-brasileiro. In Novi te ex nomine. Estudos filolóxicos ofrecidos ao Prof. Dr. Dieter Kremer. Coruña: Fund. Barrié.
Castro, I. (2004). A primitiva produção escrita em português. In Orígenes de las lenguas romances en el Reino de León (Vol. II). León: Centro de Estudios e Investigación San Isidoro.
Castro, I. (2005). Mais sobre antroponímia luso-brasileira: dados cariocas. In Ciências da Linguagem: 30 anos de investigação e ensino. Braga: Universidade do Minho.
Castro, I. (2005). "Acordos Ortográficos", "Língua Portuguesa". In Dicionário Temático da Lusofonia. Lisboa: Texto.