Gramática & Recursos

Este grupo centra-se na modelação do conhecimento linguístico integrando conhecimento sobre interfaces entre diferentes áreas da gramática e conhecimento sobre o uso da língua. O grupo tem como característica distintiva o trabalho conjunto nas áreas da fonologia, do léxico, da sintaxe e da semântica, com o objetivo de construir um modelo integrado de gramática, considerando a forma como o conhecimento linguístico é representado na mente humana, bem como a forma como esse conhecimento poderá ser modelado computacionalmente; o trabalho sobre a aquisição de L1 e L2 está naturalmente no centro deste programa de investigação. A integração de modelos de representação do conhecimento linguístico e de modelos de uso da língua é conseguida através do estudo de corpora.

A produção de corpora e recursos em geral serve ainda o objetivo do grupo de produzir documentação e descrições do português europeu contemporâneo, bem como de línguas menos estudadas que resultam de contacto linguístico (crioulos de base lexical portuguesa, variedades nacionais do português em África e na Ásia). O grupo produz ainda recursos para o estudo da aquisição do português como L1 e como L2 em diferentes situações de aquisição. O grupo integra o CLARIN LP.

A investigação desenvolvida por vários membros do grupo na área da aquisição de L1 e L2 contribui diretamente para o objetivo geral do CLUL de articulação entre investigação fundamental e aplicada, nomeadamente nas áreas da Linguística Educacional e da Linguística Clínica.

São, atualmente, grandes objetivos do grupo:

- Produzir novos recursos para o estudo do português e de crioulos de base lexical portuguesa;

- Continuar investigação fundamental que visa a modelação do conhecimento linguístico, integrando conhecimento sobre interfaces internas à gramática;

- Continuar a documentação e descrição de crioulos e novas variedades do português que emergiram em situação de contacto de línguas;

- Desenvolver o estudo da aquisição do português, dando especial atenção a situações de contacto linguístico (no âmbito do recente Heritage Language Consortium) e à comparação entre desenvolvimento típico e atípico;

- Explorar a potencialidade da linguística comparada para a produção de recursos para a tradução e promover, na mesma área, ligações à indústria.

Recursos Tipo
A Lexicon of Child European Portuguese - CEPLEXicon Léxico
Acquisition of European Portuguese Databank - AcEP Base de dados
Base de Dados para a Identificação do Português Língua Nativa - NLI-PT Base de dados
Child-Adult interaction European Portuguese Base de dados
Corpus Almeida - European Portuguese / French Corpus
Corpus Angolar Corpus
Corpus C-ORAL-ROM Corpus
Corpus CCF Corpus
Corpus CINTIL Corpus
Corpus de Português de Cabo Verde Corpus
Corpus de Português do Sri Lanka Corpus
Corpus de Referência do Português Contemporâneo - CRPC Corpus
Corpus de Textos Literários - LT Corpus Corpus
Corpus do Parlamento Português anotado com POS - PTPARL Corpus
Corpus Fadambo Corpus
Corpus Leiria (1991) Corpus
Corpus Online de Escrita e Fala de Crianças nos Primeiros Anos de Escolaridade - EFFE-On Corpus
Corpus PESTRA Corpus
Corpus Português Fundamental - Corpus PF Corpus
Corpus Principense Corpus
Corpus REDIP Corpus
Corpus Santome Corpus
Corpus SANTOS - European Portuguese Corpus
Crosslinguistic Child Phonology Project - Português Europeu - CLCP-PE Ferramenta
Dados Orais de Cabo Verde - CV Words Base de dados
Demo de Subespecificação e Desambiguação de Escopo Ferramenta
Dicionário de Hindi-Português-Hindi Base de dados
Diu Indo-Portuguese Data Set Base de dados
Interacção Pessoa-Máquina em Linguagem Natural - INQUER Base de dados
Learner Corpus of Portuguese L2 - COPLE2 Corpus
Léxico Multifuncional Computorizado do Português Contemporâneo Léxico
NPChunks: Corpus of 1000 sentences annotated with PoS and nominal chunks - NPChunks Corpus
Online Dictionary Portuguese-Slovak/Slovak-Portuguese Base de dados
Português Controlado - CLG Base de dados
Português Falado - Variedades Geográficas e Sociais Corpus
Portuguese Corpus Annotated for Modality - MODAL Corpus
Portuguese Lexicon of Discourse Markers - LDM-PT Léxico
Portuguese Technical Lexica - LEXTEC Léxico
Recolha de dados de PLE Corpus
Santome Structure Dataset Base de dados
Spoken Corpus Mozambique 1986-87 - SCM Corpus
Tarefas de Consciência Fonológica para Crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico - TCFC Ferramenta
Tarefas de produção orais e escritas de sequências consonânticas - PORESC Ferramenta
Unidades Lexicais Multipalavra Nominais em Português Europeu Léxico
Vocativos em Português Europeu Corpus
Word Combination in European Portuguese - LEX-MWE-PT Léxico
WordNet.PT Léxico
Livro
Hagemeijer, T., & Ogie, O. (2011). Edo influence on Santome: evidence from verb serialization and beyond. Creoles, their substrates, and language typology (pp. 37-60). C. Lefebvre. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins.
Ladhams, J., Hagemeijer, T., Maurer, P., & Post, M. (2002). Reduplication in the Gulf of Guinea Creoles. Twice as meaningful (pp. 165-176). S. Kouwenberg. London: Westminster Creolistics Series.
Lejeune, P. (2004). Discours d experts en économie. Limoges: Lambert-Lucas.
Mata, A. I., Horta, M. J., & Freitas, J. C. (2001). NetLíngu@: uma Iniciativa no Âmbito da Formação Inicial de Professores de Língua Portuguesa. Catálogo da Feira de Projectos “As Línguas Abrem Caminhos”. Ano Europeu das Línguas 2001. Lisbon: ME/GAERI.
Matos, G., Miguel, M., Duarte, I., & Faria, I. H. (1995). Interfaces in Linguistic Theory. Lisboa: APL/Edições Colibri.
Rodrigues, C. (2003). Lisboa e Braga: Fonologia e Variação. Lisboa: FCG / FCT.
Lamas, E., Pinto, J., & Silva, L. (2007). Técnicas de Expressão Oral e Escrita. Porto: Instituto Piaget.
Peres, J. A., & Móia, T. (1995). Áreas Críticas da Língua Portuguesa. Lisboa: Editorial Caminho (2.ª edição / 2nd edition, 2003, 539 pp.).
Correia, N., & Gonçalves, A. (Eds.). (2001). Actas do XVI Encontro da Associação Portuguesa de Linguística. Lisboa: APL.
Gonçalves, A. (1994). Translation of Chomsky. Origem e Uso. Lisboa: Caminho.
Almeida, M. C., Cavaco-Cruz, L., & Ramos, I. (2016). Tradução-TranscriaçãoTransculturalidade. Independence: Arkonte Publishing.
Barbosa, P., de Paiva, M. C., & Rodrigues, C. (2017). Studies on Variation in Portuguese (Issues in Hispanic and Lusophone Linguistics 14). Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins Publishing. http://doi.org/10. 1075/ihll.14
Freitas, M. J., & Santos, A. L. (Eds.). (2017). Aquisição de língua materna e não materna: Questões gerais e dados do Português. (Textbooks in Language Sciences 3). Berlim: Language Science Press.
Viana, F. L., Cadime, I., Silva, C. M., Santos, A. L., Ribeiro, I., de Lima, C., et al. (2017). MacArthur-Bates Inventários de Desenvolvimento Comunicativo – Manual Técnico. Maia: Lusoinfo Multimédia SA.
Raposo, E. B. P., Bacelar do Nascimento, M. F., Mota, M. A., Segura, L., & Mendes, A. (Eds.). (2013). Gramática do Português (Vol. I e II). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Branco, A., Mendes, A., Pereira, S., Henriques, P., Pellegrini, T., Meinedo, H., et al. (2012). The Portuguese Language in the Digital Age - A Língua Portuguesa na Era Digital, White Paper Series. Berlin: Springer-Verlag. Retrieved from http://www.meta-net.eu/whitepapers/e-book/portuguese.pdf
Mendes, A. (2004). Predicados Verbais Psicológicos do Português. Contributo para o estudo da polissemia verbal. Colecção Textos Universitários de Ciências Sociais e Humanas. Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
Freitas, T., & Mendes, A. (Eds.). (2004). Actas do XIX Encontro da Associação Portuguesa de Linguística. Lisboa: Associação Portuguesa de Linguística.
Branco, A., Mendes, A., & Ribeiro, R. (Eds.). (2004). Language Technology for Portuguese: Shallow processing tools and resources. Lisboa: Colibri.
Mendes, A., & Freitas, T. (Eds.). (2003). Actas do XVIII Encontro da Associação Portuguesa de Linguística. Lisboa: Associação Portuguesa de Linguística / Colibri.
Branco, A., Mendes, A., & Ribeiro, R. (Eds.). (2003). Tagging and Shallow Processing of Portuguese: workshop notes of TASHA 2003. Lisboa: Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
Alexandre, N. (2012). The Defective Copy Theory of Movement: Evidence from Wh-Constructions in Cape Verdean Creole. Amsterdam / Philadelphia: John Benjamins.
Costa, A., Flores, C., & Alexandre, N. (2012). Textos Selecionados do 27º Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística 2011. Lisboa: Associação Portuguesa de Linguística.
Martins, F., Simões, D., Brissos, F., & Rodrigues, C. (2014). A Fonética Forense na produção de prova do ordenamento jurídico português: o parâmetro do pré-vozeamento. Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL 12-23, edição temática de Linguística Forense. Retrieved from http://www.revel.inf.br/pt/edicoes/?id=34
Hagemeijer, T. (2013). Santome language structure dataset. S. Michaelis, P. Maurer, M. Haspelmath & M. Huber. Munich: Max Planck Digital Library.
Hagemeijer, T., Amaro, H., Généreux, M., Hendrickx, I., Mendes, A., & Tiny, A. (2014). Angolar corpus. Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Retrieved from http://alfclul.clul.ul.pt/CQPweb/angolar15/
Hagemeijer, T., Généreux, M., Hendrickx, I., Mendes, A., & Zamora, A. (2014). Fa d Ambô corpus. Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Retrieved from http://alfclul.clul.ul.pt/CQPweb/Fadambo/
Hagemeijer, T., Amaro, H., Généreux, M., Hendrickx, I., Mendes, A., & Tiny, A. (2014). Principense corpus. Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Retrieved from http://alfclul.clul.ul.pt/CQPweb/Principense/
Hagemeijer, T., Amaro, H., Généreux, M., Hendrickx, I., Mendes, A., & Tiny, A. (2014). Santome corpus. Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Retrieved from http://alfclul.clul.ul.pt/CQPweb/Santome/
Lejeune, P. (2011). A tradução do verbo polissémico português ficar: rester e o resto. Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL 9 (16).